Santa diferença!

9 DE MARÇO, 2014
Santa Matilde SM Coupê 1986

Pequena história:

O Santa Matilde é mais um fora de série nacional criado para suprir o mercado que estava carente de carros esportivos ou exclusivos (visto que as importações de peças ou carros no Brasil foram proibidas de 1975 até 1990), porém a marca conseguiu se destacar com o esportivo SM. Aproveitando o conhecimento em produzir componentes ferroviários e agrícolas, decidiram arriscar entrando no mundo dos automóveis. O seu primeiro modelo criado foi o SM, em versões hatch, coupê e conversível.

Sobre a personalização:

Com uma carroceria branco brilhante, os para lamas seriam alargados. As rodas seriam do modelo Rotiform VCE pintadas em preto brilhante, com tala mais profunda e cromada. Algumas modificações mecânicas e estéticas o diferenciam de um SM comum, tais como o motor 6 cilindros original, que poderia ser trocado por um V8 e, para refrigerá-lo melhor, aliando a um estilo dos muscle cars, um shaker hood na cor preto fosca seria colocado no centro do capô do carro. Spoiler dianteiro e traseiro junto com as faixas pretas e vermelhas complementam a vocação esportiva.

O SM já tem um interior bem trabalhado, feito em couro nos revestimentos com alguns detalhes de madeira no painel. Ele teria revestimento preto com bancos concha esportivos com costuras em detalhes vermelhos, volante e painel de instrumentos novos. Aumentando sua potência e personalizando o seu visual, o exclusivo Santa Matilde ficaria ainda mais raro, único. Fica aqui o meu projeto sobre esse grande nacional!

Escrito por:
Victor Braga e Bravo
Fundador do Victor Bravo Design, Victor Braga e Bravo é estudante de Engenharia Mecânica, trabalhando também na área de design, com foco principal na customização de automóveis.