A versão esportiva que o Brasilia não teve

9 DE NOVEMBRO, 2016
Imagem mostrando o desenho do Volkswagen Brasilia ''V''
Resolução: 4000x2250px | 1600x900px

Um carro que eu antigamente costumava ver com grande frequência é o Volkswagen Brasilia, porém ele tem se tornado um pouco mais raro de se encontrar ultimamente. Sempre tive vontade de fazer um projetinho bacana para ele e como sempre pesquiso sobre versões especiais e limitadas para pegar algo de inspiração, acabei ficando surpreso com uma coisa: não há muitas informações precisas sobre isto.

Imagem o detalhe da dianteira do Volkswagen Brasilia ''V''

Um tanto desconfiado, pesquisei um pouco mais e o máximo que encontrei foram o "Prata da Casa" e "Brasilia Puma". Bem, visto que não tinha muitas versões, tomei como desafio criar uma. O briefing era simples: fazer uma versão esportiva dele utilizando o máximo de acessórios VW disponíveis na época, como se fosse uma edição limitada de fábrica, um carro que pudesse ser utilizado no dia a dia sem sacrificar o conforto.

Para isto, busquei um pouco de tudo dos carros próximos ao ano de 1978 (ano em qual o Brasilia recebia uma pequena atualização no visual, tais como novos pára-choques e as lanternas traseiras frisadas). As faixas, spoiler dianteiro e apliques de pára-lamas pretos foram inspirados do Golf GTI de primeira geração (Mk1), as rodas, bancos e volante foram herdados do Passat TS, dando um visual mais esportivo para a parte externa.

Golf GTI (esquerda superior), Passat TS (direita superior) e Fusca 1600S (inferior) foram as principais inspirações da proposta

O interior também seria composto por tais acessórios da linha, tais como volantes e bancos (este com uma padronagem do tecido personalizada xadrez da linha GTI) do já citado Passat TS, instrumentação e relógios do Fusca 1600S, alguns pequenos itens de acabamento personalizados. Para a motorização pensei em algo bem simples que não sacrificasse tanto a durabilidade, tais como dupla carburação, novo esquema de coletores e escapamento, podendo vir diretamente do 1600S ou do kit Puma de época, algo bem simples e clean.

Foto mostrando o interior Passat TS e Fusca 1600S
Volante do Passat TS (direita) e instrumentação do Fusca 1600S (esquerda) dariam ao interior o visual esportivo

Focado num público mais purista, o Brasilia V pode até não ser um veículo oficial de fábrica, porém seguiria as regras de compatibilidade de peças originais e quem sabe no futuro até ser emplacado e registrado como um legítimo placa preta. Não custa nada tentar, não é? haha

Escrito por:

Fundador do Victor Bravo Design, Victor Braga e Bravo é estudante de Engenharia Mecânica, trabalhando também na área de design, com foco principal na customização de automóveis.