Puma musculoso

4 DE OUTUBRO, 2013
Puma GTB S1

O GTB já é um clássico nacional disputado por colecionadores. Feito pela brasileira Puma, o carro possui motor e muitas outras peças vindo do Opala, outro de nome de grande peso no país. Apesar de ter herdado o mesmo motor, ele tinha um grande diferencial: o seu peso.

Feito em fibra de vidro, era um muscle car leve para os padrões da época. Aliado ao motor forte do Opala, conseguia um bom desempenho. O GTB surgiu como ideia para clientes mais exigentes, que queriam carros potentes e de visual bruto, receita de grande sucesso seguido pelos muscle cars americanos da época. O GTB teve três gerações, o GTB S1, GTB S2 e o AMV e delas, a S1 é cobiçada por sua raridade (apenas 702 S1 foram fabricados) e sendo uma raridade, o mesmo merece uma personalização que mantenha a sua exclusividade, sem perder a personalidade. Bem, vamos agora às modificações...

O carro recebeu a pintura bronze metálica, que acabou surgindo quando eu via a foto de um GTE por acaso na internet. Além da cor do GTE, os piscas também vieram dele e foram colocados em uma nova grade, pois os originais ficavam um pouco abaixo dos faróis, que agora foram ocupados por faróis de milha. Além disso, os parachoques foram redesenhados. Faixas pretas inspiradas nas do Opala SS contendo o nome GTB S1 foram adicionadas e o carro também recebeu novas rodas, as Bravo BC-0113, criadas mês passado.

E aí, será que valeu a pena?

Escrito por:
Victor Braga e Bravo
Fundador do Victor Bravo Design, Victor Braga e Bravo é estudante de Engenharia Mecânica, trabalhando também na área de design, com foco principal na customização de automóveis.